ventos fixos

A Lua cresce em Capricórnio, mas por volta das 18:30h ingressa no signo do aguadeiro, Aquário. Capricórnio e Aquário são regidos por Saturno, mas manifestam faces diferente do mesmo velho. Capri faz o estilo noturno, introspectivo, sempre com os pés no chão marcando o passo do tempo. Aquário já é mais um velho alegre, diurno, seguindo o ritmo dos ventos. Seu elemento é o ar – relativo às ideias – e a ânfora que carrega está cheia dele.

É com essa ânfora que Aquário preenche a si mesmo dos ideais que acredita. O mito do aguadeiro se associa à história de Ganymede, o portador da água-ambrosia-néctar dos deuses, que em algum momento percebeu que precisava despejar água sobre as terras secas e inférteis e, em forma de chuva, ajudou a saciar a sede humana.

Pessoas que nascem sob a Lua em Aquário são bastante antenadas nas notícias, nas redes sociais e nas políticas. Fazer parte de grupos e coletivos é uma forma de se sentir parte do todo, compartilhando as ideologias, o que fortalece o vínculo das amizades. Hoje a Lua aquariana mostra que os questionamentos são bem-vindos e que as revoluções vêm acompanhadas de pequenos tornados e outras ventanias.

 

*Imagem: redemoinho de poeira na cidade de Nevada, Arizona. Disponível em: http://bit.ly/2A6pKCI

Gostou do texto? Você também pode me acompanhar no Facebook e Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *